quinta-feira, 19 de julho de 2012

Flamengo é atropelado pelo Corinthians


Em jogo disputado no Engenhão, o Flamengo sofreu uma goleada por 3 a 0 do Corinthians. E poderia ter sido mais, se Emerson Sheik não desperdiçasse uma cobrança de pênalti. O ruim par ao Flamengo não foi apenas o resultado, mas  também a aplicação e organização da equipe carioca.

A defesa Flamenguista estava perdida e não suportou a pressão exercida pelo Corinthians, com isso ao final do primeiro tempo já estava 2 a 0 para os paulistas, com dois gols que mostraram oportunismo de Douglas e que ele pode ser um substituto à altura de Alex, ou até melhor. 

Douglas realmente é um jogador atípico, mas nos faz pensar sobre a diferença em termos de motivação quando um jogador entra em campo como titular.

O Flamengo, perdido na defesa, também tinha no ataque um problema, não conseguia fazer as bolas chegarem até o Vagner Love. No primeiro tempo, com a presença de Botinelli, isso ainda ocorreu. Já no segundo, Joel Santana sacou Botinelli, que falhou no primeiro gol do Corinthians ao perder uma bola para Douglas. Esqueceu-se de sacar Renato, que de forma ridícula, deu um belo passe de calcanhar para Douglas fazer o segundo.



Foto: Fernando Maia/UOL

O gol que mostrou toda a capacidade do Corinthians e incapacidade do Flamengo foi o terceiro. Em um passe Romarinho, aonde claramente Danilo se preparava para chutar, nenhum jogador do Flamengo chegou para dificultar o chute, deixando assim, acertar a bola com efeito e fazer um golaço, com mais liberdade do que faz em treinos.

Dois gols em chutes de primeira de fora da área são muito incomuns no futebol brasileiro atual, por isso pode ter certeza que o Flamengo não está jogando mais pelo Joel. Claramente perdeu o grupo.

Na declaração ao final do jogo, Vagner Love explicou o porque estava buscando a bola no meio campo: “Eu vou buscar a bola por que a bola não está chegando em mim, não vou ficar esperando”. Esse comentário mostra que o grupo não tem união entre si e muito menos está poupando o treinador.